• Início
  • Journal
  • Van der Poel é penta campeão mundial de Cyclocross em sprint com Van A
  • Van der Poel é penta campeão mundial de Cyclocross em sprint com Van Aert

    Van der Poel é penta campeão mundial de Cyclocross em sprint com Van Aert

    Van der Poel foi coroado cinco vezes campeão mundial de cyclocross. A vitória sobre Van Aert foi decidida no sprint final após um duelo equilibrado que mantiveram durante as dez voltas da corrida. A terceira posição foi para Iserbyt, que conquistou o bronze pelo segundo ano consecutivo

    A corrida largou em Hoogerheide com Van der Haar assumindo a liderança na largada. Van der Poel estava na roda de seu compatriota, enquanto Van Aert passou para o terceiro lugar algumas curvas depois.

    Van der Poel levou apenas três minutos e meio para dar o primeiro ataque de aquecimento. O movimento deixou todos para trás, exceto Van Aert, de modo que o tão esperado duelo entre os dois começou logo no início do evento.

    O primeiro passo até a linha de chegada deixou claro que a corrida seria uma questão de dois. Van der Poel e Van Aert já haviam aberto uma diferença de 16 segundos para os demais, então liderados por Vanthourenhout. Enquanto isso, Orts rodava dentro do enorme grupo que estava atrás da cabeça da corrida na décima quarta posição a uma distância de 24 segundos.

     

     

    View this post on Instagram

     

    A post shared by UCI (@uci_cycling)

    A calma entre Van der Poel e Van Aert foi prioridade ao longo de toda a corrida, com exceção de alguns ataques testes feitos por VDP. A penúltima volta começou e Van Aert passou para a primeira posição. O ritmo cauteloso viu Van der Haar e Iserbyt perto de 18 segundos.

    A cada volta que davam juntos, aumentavam as chances de que a vitória tivesse que ser decidida no final. E agora sim. A última volta começou. Van der Poel na frente e Van Aert logo atrás.

    Troca de posições, mas nenhum deles queria esgotar suas reservas de energia prematuramente. Então eles se observaram, mas não houve ataques.

    Quando chhegaram ao asfalto, Van Aert estava na frente. Van der Poel disparou no início da longa reta atacando cedo, passou na frente e segurou para cruzar a linha de chegada, enquanto Van Aert teve que se contentar com o segundo lugar.

    Segue abaixo o vídeo da última volta:

    “Eu esperava estar atrás quando entramos no asfalto. Estar na frente fez-me perder o lugar e acabei por me esquecer de fazer o meu próprio sprint” assumiu Wout Van Aert, visivelmente desiludido com a sua corrida, explicando o que se passou no último momento da prova. “Sinto que poderia ter vencido a corrida. Ele veio por trás e pegou muita distância de mim. Eu estava usando uma coroa de 48 dentes. Comecei a baixar pinhões mas não tinha desenvolvimento suficiente”.

    Resultados:

    1. Mathieu Van der Poel (Países Baixos) +1h07’20”
    2. Wout Van Aert (Bélgica) +0’’
    3. Eli Iserbyt (Bélgica) +12″
    4. Lars Van der Haar (Países Baixos) +13″
    5. Michael Vanthourenhout (Bélgica) +46″
    6. Gerben Kuypers (Bélgica) +54″
    7. Niels Vandeputte (Bélgica) +57″
    8. Laurens Sweeck (Bélgica) +59″
    9. Cameron Mason (Reino Unido) +1’08”
    10. Clément Venturini (França) 1’30”

    Deixe um comentário

    Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.