• Início
  • Journal
  • Brasil garante duas vagas no ciclismo de estrada para Paris-2024 após
  • Brasil garante duas vagas no ciclismo de estrada para Paris-2024 após GP Internacional de Ciclismo em Urubici

    Brasil garante duas vagas no ciclismo de estrada para Paris-2024 após GP Internacional de Ciclismo em Urubici

    Pontos somados em evento internacional realizado na Serra Catarinense ajudam ciclismo brasileiro a classificar representantes nos Jogos Olímpicos – Fotos: Juliane Bogo/CBC

     

    Urubici (SC) – 19 de outubro de 2023 – O Brasil estará representado na modalidade de ciclismo de estrada nas Olimpíadas de 2024, que serão realizadas em Paris. O país garantiu duas vagas, uma no masculino e outra no feminino, pelo ranking das nações da UCI (União Ciclística Internacional), que apontou os últimos classificados da modalidade aos jogos na França. As posições necessárias para o avanço vieram após serem contabilizados os pontos distribuídos no GP Internacional de Ciclismo, realizado em Urubici (SC) no começo deste mês.

     

    Entre os dias 3, 4 e 5 de outubro a cidade da Serra Catarinense recebeu três etapas internacionais válidas pelo ranking mundial e uma das últimas para a definição dos países classificados à modalidade de ciclismo de estrada para as Olimpíadas de Paris. Ao todo, mais de 150 atletas de 13 países estiveram em ação em Urubici. O GP Internacional de Ciclismo fechou os três dias de disputas.

     

    Os ciclistas que representarão o Brasil na França serão definidos pela Confederação Brasileira de Ciclismo. Para a classificação para os Jogos Olímpicos na modalidade, as últimas vagas foram distribuídas com base no ranking das nações da UCI. Os melhores colocados, levam mais atletas.

     

    No feminino, o Brasil ficou com a 38ª posição e, conforme faixa de colocações, assegurou uma vaga. Já no masculino, o ciclismo brasileiro não conseguiu vaga pelo ranking, até o 45º lugar. No entanto, a 54ª posição foi suficiente por conta da redistribuição de vagas por continentes, uma vez que outros países possuíam atletas assegurados nos Jogos Olímpicos por outros meios de classificação. Os pontos decisivos para o ciclismo de estrada verde-amarelo vieram após o GP Internacional de Ciclismo, realizado em Urubici.

     

    O GP Internacional de Ciclismo foi válido pelo calendário da UCI (Union Cycliste Internationale). A organização foi da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) em parceria com a FCF (Federação Catarinense de Ciclismo) e AACESC. O evento contou com os patrocínios de: C Pack, Supermercados Koch, SOS Distribuidora de Alimentos, Unifique, Shimano e Riders. O evento também teve o apoio da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal e o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Urubici, Governo do Estado de Santa Catarina e Fesporte.

    Compartilhe este post

    Deixe um comentário

    Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.